Yaremchuk explica curta passagem pelo Benfica: “Foi tudo difícil…”

Roman Yaremchuk foi, ao final da manhã a conferência de imprensa onde explicou a (curta) passagem pelo Benfica.

“A vida é assim. Os seis primeiros meses no Benfica correram bem, mas, depois, tive Covid-19, estalou a guerra na Ucrânia e foi tudo difícil. No Club Brugge, aconteceu-me algo semelhante. Não tive continuidade. Espero que, no Valencia, tenha essa continuidade e possa dar o melhor de mim”, afirmou, citado pelo jornal espanhol As.

O internacional ucraniano, recorde-se, chegou à Luz no verão de 2021, proveniente do Gent, a troco de 17 milhões de euros. No entanto, acabaria por regressar, um ano depois, à Bélgica, sensivelmente pelo mesmo valor, após somar nove golos e cinco assistências em 47 jogos.

Ainda assim, sublinhou, agora, só pensa em vingar ao serviço do novo clube: “Quando chego a uma nova equipa, penso sempre que vou marcar 20 golos e todos vamos ficar felizes, mas temos de ser realistas. Há que pensar jogo a jogo, e, com trabalho, os golos chegarão”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *