Vítor Baía quebrou o silêncio sobre os mais resultados e diz que Sérgio Conceição é um alvo a abater

Menos de 24 horas após o FC Porto ter registrado o terceiro jogo consecutivo sem vitória no campeonato, Vítor Baía, vice-presidente do clube, defendeu Sérgio Conceição. Baía, também ex-jogador do clube, esteve presente numa ação de campanha de Pinto da Costa na casa do FC Porto em Argoncilhe e também criticou André Villas-Boas.

“Tem sido muito difícil para nós todo este barulho. É muito difícil lidar com este terrorismo de comunicação. Vem de gente contratada com o efeito de desestabilizar o FC Porto. São pessoas sem rosto. Temos tentado blindar a nossa equipa. O nosso treinador tem uma capacidade incrível, mas a partir do momento em que deu um abraço ao presidente na apresentação da candidatura, passou a ser o alvo a abater. Os jogadores que temos são os mesmo que deram 5-0 ao Benfica, que não passaram aos quartos de final nos penáltis, são os mesmos que acreditamos que vão ganhar a Taça de Portugal”, começou por dizer.

“Nunca vi o FC Porto tão dividido. Saí em 2011 incompatibilizado com o mentor da campanha do André, Antero Henrique. É o mesmo que é chamado ‘cancro’ pelos ultra do PSG. Saí por discordar da política desportiva desse senhor. Tentou aproveitar um problema de saúde do presidente para ganhar poder. Transformou o FC Porto num entreposto de jogadores, que nos levou a estar sob a alçada do fair play financeiro. O que há do outro lado? Gente que quer denegrir o nosso trabalho, com uma campanha suja”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *