Vitinha e Gonçalo Ramos mostra ao Benfica como se faz e resolve Le Classique

O Paris Saint-Germain deu, ao início da noite deste domingo, mais um passo no sentido da revalidação do título de campeão francês, graças ao triunfo conquistado na deslocação ao Orange Vélodrome, perante o Marseille, por 0-2.

Um encontro que chegou a ameaçar ‘dar para o torto’ para os parisienses, que, à passagem dos 40 minutos, se viram reduzidos a dez unidades, fruto do cartão vermelho direto exibido a Lucas Beraldo, por travar Pierre-Emerick Aubameyang, quando este seguia isolado rumo à baliza.

Ainda assim, os homens de Luis Enrique recusaram ‘atirar a toalha ao chão’, e chegaram à vantagem no arranque do segundo tempo, quando Vitinha recuperou a bola, progrediu no terreno e combinou com Ousmane Dembélé, antes de ‘fuzilar’ a baliza à guarda de Pau López.

O internacional português voltou a merecer a confiança do treinador espanhol na qualidade de titular, tal como o compatriota, Danilo Pereira. Já Gonçalo Ramos, entrou para o lugar de Kylian Mbappé, aos 64 minutos… e ‘matou’ o jogo, com um golo já na reta final.

Feitas as contas, com este triunfo, o Paris Saint-Germain passa a somar 62 pontos, o que o deixa na liderança isolada da Ligue 1, com 12 pontos de vantagem sobre o segundo classificado, o Brest. Já o Marseille, é sétimo classificado, com 39 pontos.

Um encontro que terá, de resto, merecido particular atenção por parte do Benfica, que, recorde-se, vai medir força com a equipa orientada por Jean-Louis Gasset por duas vezes, já no próximo mês de abril, nos quartos de final da Liga Europa.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *