Vice-presidente do Benfica deixa aviso surpreendente sobre futuro de João Neves e António Silva

Em recente entrevista concedida à BTV, Luís Mendes, vice-presidente do Benfica, abriu o jogo sobre a necessidade de o clube vender jogadores no próximo verão para equilibrar as contas, uma prática comum entre os grandes clubes europeus. “Todos os clubes precisam“, afirmou, sustentando que até o Real Madrid adota esta estratégia para manter a saúde financeira.

O dirigente benfiquista esclareceu que as decisões sobre quem sairá só serão tomadas no fim da temporada, baseadas nas propostas recebidas. Mendes tranquilizou os adeptos, afirmando que o Benfica não está em posição de “vender a correr”, apesar de reconhecer que o rendimento na Liga dos Campeões desta época ficou aquém das expectativas, impactando as receitas previstas.

Ainda assim, Mendes mostra-se otimista quanto à qualificação para a próxima edição da Champions, considerando-a crucial para a estratégia financeira do clube. Em caso de falha na qualificação, admite que medidas extraordinárias poderão ser necessárias, incluindo um maior enfoque nas vendas de jogadores e na redução de custos.

Sobre o futuro desportivo de figuras como João Neves e António Silva, o vice-presidente foi cauteloso, indicando que qualquer decisão dependerá das ofertas de mercado. Este posicionamento reflete a realidade dos clubes de topo, onde o equilíbrio financeiro frequentemente passa pela gestão inteligente do plantel.

Luís Mendes também comentou sobre o novo modelo da Liga dos Campeões e o potencial financeiro do Mundial de Clubes. Embora as mudanças na Champions não devam alterar significativamente as premiações iniciais, a performance desportiva continuará a ser um fator decisivo nos prémios mais avançados na competição. Quanto ao Mundial de Clubes, o vice-presidente vê uma oportunidade de encaixe financeiro significativo, na ordem dos 40 a 50 milhões de euros, além da valiosa exposição global da marca Benfica.

As declarações de Mendes sublinham a complexidade de gerir um clube de futebol no panorama atual, equilibrando ambições desportivas com a necessidade de sustentabilidade financeira. O verão promete ser um período de decisões importantes na Luz, com os adeptos atentos ao desenvolvimento da estratégia de mercado do clube.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *