Tito Arantes lança farpas e afirma: “Festinha de Edwards é insignificante comparada ao murro do jogador do Benfica Di María”

Tito Arantes Fontes, ex-presidente do Grupo Stromp, apontou o dedo ao árbitro Nuno Almeida, por conta do Clássico no Estádio do Dragão, frente ao FC Porto, afirmando que a “festinha” de Edwards a Galeno foi “insignificante” quando comparada com o “murro” de Di María a Pedro Gonçalves.

“Nuno Almeida a apitar e Soares Dias no VAR… Muita algazarra portista… consequência exclusiva da “azia sueca” com que foram premiados já no final do jogo! Por explicar fica, na nossa opinião, o facto de Galeno não ter sido expulso no lance com Edwards… é que a cabeçada inicial é mesmo dele!”, pode ler-se na coluna de opinião de Tito Arantes Fontes na mais recente edição do jornal do Sporting, prosseguindo com mais ‘farpas’.

“Duas notas mais: amarelos por exibir no Dragão fazem-me sempre recordar o amarelo a Coates por ter sido escandalosamente pisado pelo Taremi há dois anos… aí os portistas festejaram e nada disseram sobre a injusta expulsão do nosso jogador, momentos depois! E a “festinha” do Edwards que lhe valeu a expulsão é mesmo coisa insignificante se comparada com o murro de Di María a Pote! Com uma abissal diferença… o nosso jogador foi expulso (e com onze ainda íamos virar o jogo!) e o benfiquista passou incólume… até hoje… e com o Conselho de Arbitragem caladinho… lá para o Verão vão dizer qualquer coisa!”, ironizou o ex-presidente do Grupo Stromp.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *