Siramana Dembelé e Diamantino Figueiredo: “até ao fim do mundo com Sérgio Conceição”

Diamantino Figueiredo e Siramana Dembelé expressaram toda a sua desilusão pelas atitudes recentes de Vítor Bruno. Tanto Figueiredo (treinador de guarda-redes) como Dembelé (adjunto) fazem parte do núcleo duro da equipa técnica liderada por Sérgio Conceição desde os tempos do Olhanense, na época 2011/2012, e sentem-se, também eles, «traídos» pela conduta do (até agora) companheiro de luta.

O facto de Vítor Bruno estar em conversações com André Villas-Boas para que a sua continuidade no FC Porto possa ser uma realidade no cargo de treinador principal é vista pelos dois adjuntos como uma deslealdade.

Posso falar pelos meus colegas de equipa técnica e assumir que estamos todos totalmente solidários com o mister Sérgio Conceição. Também nós nos sentimos traídos pelo Vítor Bruno. Fez tudo nas nossas costas e, por toda a ligação que tínhamos, nenhum de nós merecia isto, começou por dizer Diamantino Figueiredo, que foi ainda mais longe: Trabalho com o Sérgio Conceição há 13 anos e a postura dele foi sempre impecável. Defende os interesses dos seus adjuntos exatamente da mesma forma que defende os seus próprios interesses. Para que se tenha uma ideia, e posso até confidenciar isto, o Sérgio Conceição já chegou a abdicar de determinados valores num contrato seu para que essa verba remanescente fosse distribuída pela restante equipa técnica. Julgo que estamos conversados sobre a humanidade de Sérgio Conceição.

Sobre esta matéria financeira, Diamantino Figueiredo ainda acrescentou mais um dado factual. «Quando ele veio do Nantes para o FC Porto veio ganhar menos de metade do que ganhava lá. Mas fez questão que os adjuntos viessem ganhar o mesmo que ganhávamos em Nantes. Esta é mais uma verdade absoluta e que ninguém pode ousar desmentir. E mais uma prova, se é que era necessário, do que o mister Sérgio Conceição sempre fez pelos seus adjuntos», completou.

Os episódios recentes que verificaram no Sérgio Conceição, nomeadamente a renovação de contrato do técnico ainda na vigência de Pinto da Costa também mereceram uma explicação do treinador de guarda-redes. Que volta a elevar o chefe de equipa para patamares de topo: O Sérgio Conceição assinou um contrato ainda com o presidente Pinto da Costa e eu tenho a certeza absoluta de que nós, restante equipa técnica, assinaríamos logo a seguir às eleições. Até porque, devo acrescentar, tenho também a certeza de que o Sérgio Conceição jamais continuaria no cargo se nós não ficássemos também no FC Porto. O Sérgio nunca deixaria um adjunto para trás. Isso é impensável para ele. E meto as mãos no lume pelo que estou a dizer, rematou Diamantino Figueiredo.

O sentimento de revolta é também partilhado por Dembelé. O francês até conhece Sérgio Conceição há mais tempo, uma vez jogaram juntos no Standard Liège (2005/2006 e 2006/2007 foram ambos adjuntos do emblema belga na época 2010/2011), e depois dos relvados seguiu-se uma parceria… nos bancos. Enquanto equipa técnica, entenda-se. E é também fruto de uma ligação profunda que o adjunto se sente no direito de sair em defesa do chefe de equipa.

Conheço o Sérgio Conceição há quase 20 anos e a sua postura perante os colegas de balneário, colegas de trabalho e amigos foi sempre de uma lealdade imbeliscável. Para ele, nós somos família. E nós também temos exatamente o mesmo sentimento relativamente a ele. É uma pessoa incrível e o que está a acontecer não é justo. Nem para ele nem para nós. O Vítor Bruno não tinha o direito de fazer o que fez, assinala Dembelé, que também recorda um episódio a envolver… um contrato: Quando fomos para o Olhanense [n.d.r.: na época 2011/2012] o mister Sérgio Conceição não aceitou a totalidade do ordenado que lhe estava a ser proposto para que essa verba pudesse transitar para o meu ordenado. E não é qualquer pessoa que faz isto!

O futuro de todos estes elementos da equipa técnica – onde se incluem, também, Vedran Runje e Eduardo Oliveira – será, pois, longe do Dragão, mas há uma coisa que Dembelé garante: Seja qual for o próximo passo na carreira do Sérgio Conceição, nós iremos com ele. Aliás, nós iremos com ele até ao fim do mundo. O mister Sérgio Conceição é um verdadeiro líder.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *