Sérgio Conceição teve à sua frente um contrato de 45 milhões de euros, mas recusou por causa da…

Já depois de ter justificado o timing da renovação de Sérgio Conceição, tendo revelado que sugeriu tal coisa depois da eliminação diante do Arsenal, Pinto da Costa falou sobre o ordenado do novo contrato do treinador do FC Porto. Pinto da Costa assegura que recebe o mesmo.

“Não recebe nem mais um euro porque quer acabar um trabalho que considera que não está acabado. Fico muito orgulhoso por isso”, disse. Depois, falou sobre o uma proposta anterior a Sérgio, demonstrando a lealdade do técnico.

“Considero-o ser da minha família. Vejo-o como um familiar e reconheço-lhe muita capacidade. No ano passado, num momento difícil para o FC Porto, teve à sua frente um contrato de 45 milhões, num hotel de Paris, para ir para a Arábia, vieram-no buscar, quase que o obrigaram a assinar e ele telefonou-me, conversámos e disse eu fico no Porto. Isso para mim tem um valor inestimável. 45 milhões de euros líquidos, com jato privado e tudo. Eu vou-lhe dizer, o coração dele é mesmo ‘Dragão’ mas não deixei de ficar admirado com a atitude dele”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *