Sérgio Conceição arrasa a arbitragem após a revelação dos áudios do jogo contra o Estoril

Nesta terça-feira, Sérgio Conceição realizou a conferência de imprensa antes do jogo da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal contra o V. Guimarães, marcado para amanhã às 20h15, no Estádio do Dragão. O FC Porto ganhou o primeiro jogo por 1-0.

“Diogo Costa não está disponível. Não há questão (sobre os quatro). Gostava que me falassem dos áudios que vieram cá para forma do nosso jogo com o Estoril. Esse tema vem hoje na comunicação social, mas foi revertido um penálti de forma “excessiva” segundo disseram os responsáveis da arbitragem. O que me espanta é o árbitro estar quase a pedir a benção do VAR para ser anulado o penálti. Inacreditável. Já não sei quem comanda, se é o arbitro ou o VAR. Há uma estatística interessante no jogo, em relação às faltas, somos a equipa que precisa de ter menos faltas para ter vermelhos. Em relação a estatísticas é importante vocês perceberem e dar enfase a situações que vocês procuram. Agora tenho de justificar o meu trablaho? Meter cá para forma situações em que não há nada a dizer. Posso decidir que 6 ou 7 jogadores fazem um trabalho específico, em horários diferntes. Não há mais a dizer. Para se jogar no FC Porto não basta ter contrato. Seja para jogar ou trabalhar. Quando for assim, estamos todos de acordo e toda a gente percebe o que eu quero dizer”, disse o técnico dos dragões.

Veja o video abaixo:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *