Schmidt explica por que deixou Di Maria, João Neves e Rafa de fora

O treinador do Benfica, Roger Schmidt, tomou a decisão de deixar de fora três dos seus jogadores mais influentes – Rafa, Di María e João Neves – no último encontro frente ao Estoril, justificando a escolha com a necessidade de prevenir lesões devido ao elevado número de jogos disputados recentemente.

Numa explicação detalhada, Schmidt referiu que, baseando-se em estudos, o risco de lesões aumenta significativamente quando os jogadores são submetidos a uma sequência intensa de jogos com reduzido período de descanso entre eles.

“Rafa, Di María e João Neves estiveram presentes na maioria dos confrontos da temporada, o que tornou essencial dar-lhes um tempo de repouso para evitar potenciais problemas físicos“, disse o técnico alemão.

Este período de gestão de plantel surge após uma série de jogos de alta intensidade contra equipas de topo, como Sporting, FC Porto e Rangers, onde os três jogadores desempenharam papéis cruciais. Schmidt enfatizou que a saúde e o bem-estar dos atletas são prioritários, especialmente tendo em vista os desafios futuros.

“São elementos decisivos para a nossa equipa, mas temos que saber o momento certo para descansar. Felizmente, temos outras opções no plantel que nos permitem fazer esta gestão“, acrescentou.

A ausência dos três titulares abriu espaço para Tiago Gouveia e Marcos Leonardo, que se mostraram à altura do desafio, contribuindo positivamente para a equipa. Schmidt aproveitou para elogiar a profundidade e versatilidade do seu plantel, destacando a capacidade de outros jogadores em assumirem a responsabilidade e influenciarem o resultado dos jogos.

Esta estratégia de rotação demonstra a abordagem cuidadosa do treinador do Benfica na gestão do seu elenco, visando não apenas o sucesso imediato mas também a sustentabilidade física dos seus jogadores ao longo da temporada. Com mais um jogo importante no horizonte, a saúde e frescura dos jogadores-chave serão cruciais para as aspirações do clube nas competições que ainda disputa.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *