Rui Costa falou aos jornalistas no velório de Minervino Pietra

Rui Costa, presidente do Benfica, esteve presente no funeral de Minervino Pietra nesta segunda-feira, recordando-o como um “homem extraordinário” e destacando o papel que desempenhou no clube encarnado.

“É uma grande perda para a nossa família Benfiquista, mas também para o Desporto português. Ele não foi só jogador do Benfica, representou outros clubes e a Seleção Nacional. Nós tivemos o privilégio de o ter cá connosco durante muitos e muitos anos e de conviver com uma pessoa extraordinária e com uma raça tremenda, que é aquilo que pedimos a todos os atletas do Benfica. Foi um exemplo para todos nós, para todos os atletas que lidaram com ele. Não tive o privilégio de jogar com ele, mas tive o privilégio de trabalhar com ele, eu enquanto diretor e ele como treinador adjunto. Estava disponível para tudo o que o Benfica lhe pedisse. É uma perda muito grande e vai deixar muitas saudades a todos nós”, começou por dizer Rui Costa.

“Gostaria de ter jogado com ele porque o vi muitas vezes jogar. Enquanto diretor e ele como técnico-adjunto estivemos praticamente todos os dias juntos durante anos a fio. Há muitas imagens dele para recordar, muitos exemplos que temos de guardar para a vida, pela sua experiência e vivência. Era um homem que nunca quebrava e ao pé dele não havia impossíveis. É isso que guardo dele. Nas horas mais negativas, ele era o primeiro a achar que tínhamos de combater para dar a volta às situações. Pela raça no desporto e na vida é um exemplo para todos nós”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *