Rúben Amorim esclarece tudo em torno da viagem a Londres e não só

O Sporting prepara-se para defrontar o FC Porto, este domingo, num Clássico com forte impacto nas contas do título de campeão nacional, à distância de apenas duas vitórias (em quatro jogos) para os leões, mas a verdade é que, na conferência de antevisão deste sábado, haverá um outro tema a dar que falar – e muito – face à polémica viagem de Rúben Amorim para Inglaterra, na passada segunda-feira.

O treinador dos leões tem sido um dos mais cobiçados dos últimos meses por diversos ‘tubarões’ do futebol europeu e, de forma algo surpreendente, deslocou-se até Londres para conhecer os detalhes da proposta do West Ham, algo que gerou muito falatório, atendendo ao momento decisivo para o emblema de Alvalade, na reta final da presente temporada.

A viagem de ida para a capital inglesa e a de regresso para a portuguesa até terá corrido de forma serena, mas essa decisão de Rúben Amoim gerou alguma ‘turbulência’ na preparação para o jogo deste domingo no Estádio do Dragão, sendo de recordar que, na noite da passada segunda-feira, à chegada ao Aeroporto Humberto Delgado, o jovem técnico limitou-se a atirar a frase “até sábado”, enquanto era abordado por múltiplas perguntas dos jornalistas presentes no local.

Foco no Clássico não impediu conversa

Após dois dias e meio de folga, o plantel do Sporting regressou aos trabalhos na passada quinta-feira, com o único pensamento de somar mais três pontos rumo à conquista do campeonato, tratando-se de algo que poderia conduzir às celebrações já este domingo, mas, para isso, o Benfica teria de ser derrotado pelo Sporting de Braga, este sábado. Ainda assim, para além dessa concentração para o duelo frente ao rival FC Porto, o tema da viagem não passou ao lado do grupo de trabalho.

Os jogadores ouviram atentamente as palavras de Rúben Amorim com muita tranquilidade, de acordo com a imprensa nacional, pelo que a sessão de trabalho decorreu sem entraves. Além disso, o plantel não se mostrou surpreendido com as incógnitas relacionadas com o treinador de 39 anos, sobretudo, desde o momento em que começou a ser fortemente associado ao Liverpool – hipótese que, agora, poderá ter perdido força, dado o interesse em Arne Slot, técnico do Feyenoord.

A verdade é que o timoneiro do Sporting sempre demonstrou ter um bom poder de retórica e comunicação, pelo que se prevê que possa dar explicações quanto à viagem para Londres, já este sábado, de forma a ‘sentenciar’ todas as dúvidas que sejam criadas em torno do tema, colocando de seguida todas as fichas no Clássico deste domingo.

Recorde-se que o jogo no Dragão acontecerá um dia após as (tão faladas) eleições presidenciais do FC Porto, mas antes disso, Rúben Amorim falará aos jornalistas, na antevisão à partida, este sábado, a partir das 12h30 (horário de Portugal Continental).

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *