Rosario Central pressiona pelo regresso de Ángel Di María e tem duas fortes cartas na manga

No entanto, Rui Costa, presidente do Benfica, revelou que o futuro do craque será decidido numa reunião na próxima semana, com o internacional argentino a mostrar preferência por continuar na Luz.

Di María, de 36 anos, foi ameaçado de morte em março, o que afetou a sua decisão de regressar à Argentina. A família do jogador sente-se segura em Lisboa, fator que pesa na sua vontade de prolongar a estadia no Benfica. Na última temporada, Di María foi utilizado em 48 jogos, marcando 17 golos e fazendo 13 assistências, destacando-se como um dos jogadores mais influentes da equipa.

Rui Costa espera que Di María continue no Benfica, apesar das ofertas vantajosas de outros clubes. A proximidade com Nicolás Otamendi e a estabilidade em Lisboa são pontos a favor da continuidade do craque argentino na equipa encarnada.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *