Roger Schmidt arrasou por completo os adeptos do Benfica que criticam o clube “não posso aceitar isto”

Roger Schmidt, treinador do Benfica, esteve na flash-interview após a vitória por 1-3 sobre o Farense. O alemão não poupou nas críticas aos adeptos que tentaram invadir o campo após o jogo e aos que criticam constantemente o clube.

“Mostrámos uma boa reação e foco no jogo. Foi o que pedi hoje. Dominámos o jogo e foi uma vitória clara. Perdemos algumas oportunidades, mas é normal. No futebol não podemos marcar a cada oportunidade, mas termos mais atenção é algo que temos de fazer. Foi uma boa vitória, mas há potencial para melhorar”, começou por dizer Roger Schmidt.

“Jogámos 120 minutos na quinta-feira e quis lançar jogadores frescos. É o final da temporada e os jogadores podem mostrar-se para criar espírito para a pausa do verão. Estou muito feliz pelo Álvaro Carreras, está muito motivado. Mostrou bons momentos, algumas coisas para melhorar, mas está a ganhar confiança. Os jogadores profissionais têm de mostrar profissionalismo nestas situações e terminar a temporada em grande nível. É muito importante como vão para a pausa de verão. Não é provável sermos campeões, mas não é impossível”, continuou

“Não posso aceitar a forma como o fizeram. Os jogadores não o mereceram, há muitos benfiquistas que apreciam o que os jogadores estão a fazer. Temos de ser muito críticos, mas como se comportaram não é o senso geral. São sempre os mais ruidosos, não é bom para nós. Vencemos o Marselha em casa e estavam a apupar a equipa e vimos a diferença dos adeptos do Marselha lá. Não queremos nada de especial, mas apoiar a equipa em jogos difíceis é o que esperamos. É muito exigente para os jogadores jogar no Benfica, quer para os mais jovens, quer para os mais velhos. No final não é justo esta reação, é difícil de aceitar. Espero uma boa reação contra o Braga e que só quem vai apoiar os jogadores vá ao estádio”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *