Pinto da Costa revela informação sobre salário de Milhões de euros de Sérgio Conceição

Na entrevista que concedeu ao Porto Canal, Pinto da Costa pronunciou-se sobre a renovação do contrato de Sérgio Conceição, a dois dias das eleições do FC Porto.

O presidente dos dragões revela que o salário do treinador mantém-se inalterado neste novo vínculo que vigorará por mais quatro temporadas.

“Uma renovação normal, em relação a remunerações dos quatro anos não vai receber nem mais um euro do que recebeu neste contrato. Ele quer acabar um trabalho que considera ainda não estar acabado. Para além de o considerar família, reconheço-lhe grande capacidade”, afirmou.

Pinto da Costa revelou ainda que na época passada Conceição rejeitou uma proposta milionária da Arábia Saudita.

“No ano passado, num momento difícil, teve um contrato de 45 milhões de euros para ir para a Arábia Saudita, num hotel de Paris. Vieram-no buscar, quase o obrigaram a assinar, ele telefonou-me, conversámos e disse que ficava no FC Porto. Isso tem um valor inestimável. Não está muito feliz e amanhã e aparece mais dinheiro e salta logo… Não. Eram 45 milhões de euros limpos, com jato particular e tudo. Ele tem coração de dragão, mas não deixei de ficar admirado com a atitude. Há pessoas que vivem para o dinheiro, mas outras querem ganhar dinheiro e vivem para as suas paixões“, referiu.

O líder azul e branco foi ainda convidado a explicar a decisão de renovar contrato com Conceição.

“Fiz antes das eleições sem problemas, porque foi colocado no papel o que estava decidido. A decisão foi tomada há muito tempo. Para mim, sempre foi assim. Quando consideramos a possibilidade de seguir em frente? Foi após a eliminação injusta e definitiva com o Arsenal. Desafiei o Sérgio Conceição a fazer melhor para o ano seguinte e ele aceitou. Conversamos e não deu para formalizar antes, mas para mim já estava resolvido. Quando o Sérgio dá a palavra, ele não falha. Assinei agora porque estamos a entrar numa fase importante, temos uma Taça para ganhar, e entendi que, para a segurança de todos e para que os jogadores sintam que o líder, que eles adoram, continua ao nosso serviço“, disse.

Por último Pinto da Costa respondeu às críticas em relação ao timming desta renovação.

“A Lista B, de Villas-Boas, criticou-me por não ter renovado o contrato com o Sérgio mais cedo. Se ele me criticava por não ter feito isso, quis corrigir antes do final do mandato. Villas-Boas sempre disse que a primeira coisa que queria em relação ao treinador era Conceição. O Nuno Lobo também, então está tudo acertado. Se todos queremos o mesmo, eles já têm a vantagem de recebê-lo“, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *