Pinto da Costa: “O nosso clube é o mais competente dos portugueses nas provas europeias”

Na véspera de celebrar mais um aniversário, Jorge Nuno Pinto da Costa, que esta quinta-feira completa 86 anos de vida, assinou o seu habitual editorial da revista ‘Dragões’, no qual apontou o apuramento para os oitavos-de-final da Champions como o “primeiro grande objetivo desportivo da época da equipa de futebol atingido”, fazendo questão de lembrar a supremacia dos azuis e brancos em comparação com os outros clubes portugueses nesse capítulo.

“Faz sentido destacar esse feito, porque houve muitos que se apressaram a desprezá-lo. E fizeram-no por dois motivos: por um lado, porque deitar abaixo tudo o que o FC Porto faz é uma garantia de sucesso junto da comunicação social nossa inimiga; por outro, porque é certo que o FC Porto tem alcançado essa meta muitas vezes. Só que o facto de o nosso clube ser o mais competente dos portugueses nas provas europeias – e infelizmente é o único competente na mais difícil dessas competições – não significa que seja fácil disputar esses jogos”, começa por escrever o presidente do FC Porto.

“Pelo contrário. É muito difícil, e é para mim um orgulho que ano após ano consigamos ter um nível desportivo que nos permita apresentar esta competitividade na Europa. Se ainda fosse preciso mais alguma prova do nosso mérito, ela foi apresentada há poucos dias pelo presidente do Real Madrid. Florentino Pérez, que é só um dos dirigentes com maior sucesso na história do futebol, referiu-se ao FC Porto como ‘o orgulho do futebol português e europeu’. Agradeço-lhe pela homenagem, que sei que é sincera e reflete uma relação privilegiada que tem existido entre os nossos dois clubes nas últimas décadas”, acrescenta.

“Claro que são palavras a que quase ninguém ligou em Portugal. Se ele dissesse mal de nós serviriam para abrir telejornais e decorar as capas dos jornais de Lisboa. Mas o que ele fez foi constatar o que já é evidente há muito: mesmo que vencer as provas internas seja o nosso principal objetivo, a Europa é a medida da grandeza do FC Porto. E o reconhecimento internacional, ao mesmo tempo que legitima a política desportiva que temos seguido nestas décadas, é mais uma prova da pequenez de quem procura diminuir-nos constantemente. Continuem a tentar deitar abaixo o FC Porto. Na hora da verdade, quem tem conhecimento e autoridade para avaliar o nosso trabalho sabe bem qual é a dimensão daquilo que temos conseguido”, termina Pinto da Costa

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *