Pinto da Costa lembra os 5-0 ao Benfica para responder a críticas

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, utilizou o espaço de opinião na revista Dragões deste mês para responder às críticas que apontam uma suposta perda de competitividade do clube. Com uma postura firme, sublinhou que o desejo incessante de vencer continua a ser o pilar da estratégia dos dragões, desafiando a narrativa que tem circulado.

“Desde que assumi a presidência, a filosofia do FC Porto é clara: ganhar é a prioridade, sempre. Olhando para o nosso percurso, é evidente que essa abordagem tem sido bem-sucedida, quer no longo quer no curto prazo“, afirmou Pinto da Costa, reforçando a ideia de que os azuis e brancos não têm ficado aquém dos objetivos desportivos traçados.

Pinto da Costa apresentou uma série de argumentos sólidos para sustentar a sua posição. Destacou o sucesso do FC Porto em competições nacionais e internacionais, incluindo ser a única equipa portuguesa a avançar para além da fase de grupos da Liga dos Campeões recentemente, e a vitória expressiva por 5-0 sobre o Benfica, clube que investiu mais de 200 milhões de euros em reforços nas últimas duas temporadas.

Adicionalmente, lembrou as contratações acertadas de jogadores de calibre, como Alan Varela, Nico González, e Otávio, bem como a presença marcante de atletas do FC Porto nas seleções do Brasil e Portugal, evidenciando a qualidade do plantel.

“Perder competitividade é ser a única equipa portuguesa capaz de ultrapassar a fase de grupos da Liga dos Campeões? É lutar de igual para igual e conseguir ser melhor do que o segundo plantel mais valioso do mundo? É derrotar por 5-0 um clube que nas duas últimas épocas gastou mais de 200 milhões de euros em reforços? Baixar o nível desportivo é contratar na mesma época jogadores com a qualidade do Alan Varela, do Nico González e do Otávio? É ter três atletas na seleção do Brasil e quatro na de Portugal? É manter o treinador com mais jogos, mais vitórias e mais troféus da história do FC Porto?“, questionou.

“Temos uma ambição desportiva altíssima, e trabalhamos continuamente para superar nossas metas. A busca constante por excelência é o que nos guia“, enfatizou o presidente, assegurando que o clube está no caminho certo para manter e elevar seu patamar competitivo.

Pinto da Costa aproveitou também para prestar homenagem a Artur Jorge, ex-treinador que deixou um legado de sucesso no clube e recentemente faleceu. “Foi sob a sua liderança que conquistamos marcos históricos, incluindo a nossa primeira Liga dos Campeões. Artur Jorge era a personificação da ambição que definimos para o FC Porto. Manter este legado de vitórias é a melhor homenagem que podemos lhe prestar“, concluiu.

Este discurso do presidente vem não só como uma defesa do estado atual do FC Porto, mas também como uma mensagem de confiança para o futuro, reiterando que a equipa não desviará do seu caminho vitorioso.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *