Otávio em tribunal reclama 3 milhões de euros ao FC Porto

O FC Porto está novamente no centro de controvérsias legais, desta vez devido a uma ação de processo comum movida pela Livesoccer Company Limited, agência que representa o internacional português Otávio. A empresa reclama uma dívida de 3 milhões de euros, relacionada com a transferência do jogador para o Al Nassr, ocorrida no verão passado.

De acordo com o portal Citius e informações recolhidas pelo jornal Record, a ação foi interposta no Juízo Central Cível do Porto do Tribunal Judicial da Comarca do Porto, nesta sexta-feira. A dívida em questão refere-se a uma comissão que teria sido acordada entre a Livesoccer e o FC Porto no contexto da transferência de Otávio, mas que, segundo a agência, não foi liquidada pela SAD portista.

Esta não é a primeira vez que a Livesoccer confronta judicialmente o FC Porto. No passado dia 17 de abril, a empresa já tinha executado a SAD azul e branca para reclamar uma outra dívida de 506.726,30 euros.

Além destas questões com a Livesoccer, a SAD do FC Porto enfrenta outras três ações judiciais de agências distintas, todas relacionadas com comissões de transferências de jogadores. Entre estas, inclui-se uma reclamação da Passion Sports Management S.A.S. sobre a transferência de Luis Díaz para o Liverpool, que exige 2.682.144,36 euros, uma da Global Consulting Agency, que pede 869.243,52 euros, e outra da Xektalent, relacionada com a transferência de Taremi, no valor de 230 mil euros.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *