Muller manda Bicada a Grimaldo e usou o mesmo para arrasar a própria equipa “sinto-me fo…”

Thomas Müller expressou publicamente desagrado em relação aos seus companheiros de equipa no Bayern Munique após a derrota por 3-0 contra o Bayer Leverkusen. O jogador internacional alemão afirmou que é necessário mais coragem, referindo-se a uma expressão anterior de Oliver Kahn, e destacou Alejandro Grimaldo como exemplo da criatividade e liberdade com que os farmacêuticos jogaram.

“No Bayer, nem todos os movimentos estão planeados quando o Grimaldo aparece pela esquerda. Eles simplesmente são criativos, jogam futebol e procuram soluções. Já nós é passe de A para B, de B para C e ninguém tem a liberdade de tentar ser criativo. Nós também fazemos isso, mas não nos jogos, quando a pressão aparece. E é isso que espero do Bayern e desta equipa”, começou por dizer.

“Há sintomas que vemos em campo, por isso sinto-me f…. O Bayer mereceu vencer. O que me irrita é que a equipa mostra uma melhor abordagem no treino, quando somos corajosos e estamos sem amarras. É aqui que sinto que faltam ‘tomates’, citando o Kahn. Podemos sentir a pressão, claro, mas ela tem de nos dar energia. Há jogadores internacionais de calibre suficientes, por isso não é preciso falar do treinador”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *