Miguel Brás da Cunha do Conselho Superior do FC Porto arrasou Frederico Varandas: “garoto de gravata verde, mal educado e pouco dotado de inteligência”

Miguel Brás da Cunha, recentemente eleito para o Conselho Superior do FC Porto, lançou críticas severas ao presidente do Sporting, Frederico Varandas, na sequência dos incidentes ocorridos durante o clássico no Dragão, que terminou empatado a duas bolas.

No confronto, que já estava carregado de expectativas, Varandas reagiu às provocações vindas das bancadas do FC Porto, uma atitude que, segundo relatos, contribuiu para o aumento da tensão entre os dois clubes, culminando em confrontos físicos e verbais, incluindo ameaças de morte dirigidas a alguns dirigentes do Sporting.

Em resposta aos eventos, Miguel Brás da Cunha expressou o seu descontentamento através de uma publicação na rede social X, descrevendo Varandas de forma bastante dura: “Um garoto de gravata verde não passará nunca de um garoto. Mal educado, produto de um golpe de estado e inapresentável, é um tipo pouco dotado de inteligência e não percebe que quem insulta um dos nossos – o melhor Presidente de sempre de um Clube desportivo – insulta o FC Porto“.

Estas palavras refletem a escalada de tensão não só entre os clubes mas também entre suas lideranças, evidenciando o quão acirradas estão as relações no futebol português, especialmente entre dois dos maiores clubes do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *