Madureira vai continuar na prisão e a culpa é da própria mulher

Como já havíamos adiantado, Fernando Madureira viu ser-lhe negado o pedido para deixar a prisão preventiva e passar para prisão domiciliária, no âmbito do processo Operação Pretoriano.

Sabe-se agora que, segundo o Correio da Manhã, na base desta decisão esteve os recentes comportamentos de Sandra Madureira. Proibida de contactar qualquer interveniente no processo ou elemento dos Super Dragões, incluindo por escrito, a mulher de macaco comentou pelo menos uma publicação de Lipinho, atual chefe da claque azul e branca, violando a medida de coação.

Recorde-se que o juiz de instrução havia admitido a possibilidade de alterar a medida de coação aplicada a Madureira, caso este mudasse de murada e se não houvesse alarme social nem perturbação de inquérito. Foi pedido um relatório social, Fernando Madureira forneceu uma morada fora do grande Porto, mas a decisão da juíza é a de manter Madureira em prisão preventiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *