Luís Gonçalves, J. Marques e SAD do FC Porto apanham castigo pesado

O futebol português encontra-se novamente sob os holofotes, mas desta vez devido a ações disciplinares impostas pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Luís Gonçalves, Francisco J. Marques, e a própria SAD do FC Porto foram alvo de suspensões e multas, na sequência de críticas dirigidas à arbitragem.

Luís Gonçalves, administrador da SAD portista, viu-se sancionado com uma suspensão de 40 dias, além de uma multa de 6.120 euros. A penalização deve-se a alegações de “lesão da honra e da reputação e denúncia caluniosa“, resultantes de uma queixa apresentada pelo Conselho de Arbitragem da FPF e pela Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF).

Por sua vez, Francisco J. Marques, diretor de comunicação do clube, enfrenta uma suspensão de 45 dias e uma multa de 7.650 euros, igualmente sob as acusações de “lesão da honra e da reputação e denúncia caluniosa“. Esta decisão decorre também de uma queixa interposta pelo Conselho de Arbitragem da FPF e pela APAF.

Além das sanções individuais, a SAD do FC Porto foi multada em 8.670 euros, em resposta a uma queixa apresentada pelas mesmas entidades reguladoras do futebol português.

Estas penalizações surgem num momento em que as relações entre clubes e entidades de arbitragem têm sido objeto de intenso escrutínio, reforçando a necessidade de um diálogo construtivo e respeitoso entre as diversas partes envolvidas no futebol português. A decisão do Conselho de Disciplina sublinha a importância da ética e do respeito mútuo na preservação da integridade e do fair play no desporto.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *