Lucas Veríssimo quebrou o silêncio após polémica na transferência para o Qatar

A polémica em torno da saída de Lucas Veríssimo do Corinthians persiste. O clube estava a contar com o central, mas ele foi negociado pelo Benfica com o Al Duhail do Qatar, causando um grande mal-estar entre os adeptos e a direção do Timão. Veríssimo, em entrevista ao ‘Canal do Benja’, esclareceu todos os detalhes de forma transparente, não deixando nada por dizer.

“Levei muita porrada. Não escondi, desde que cheguei ao Corinthians, que foi um sonho. Defender esta camisola é algo importante para mim. Realizei o meu sonho e estava muito feliz. As coisas correram bem, dentro do possível, porque estávamos na luta pela manutenção. Quando cheguei, ainda tínhamos duas competições, possibilidade de títulos na Sul-Americana e na Copa do Brasil. Graças a Deus conseguimos a permanência. Vivi esses seis meses intensamente”, começou por dizer.

“Estávamos muito felizes, eu e a minha família. Em dezembro tivemos uma conversa, definimos detalhes do contrato para poder renovar… Corinthians, Benfica e também da minha parte, todos de acordo. Chegámos a uma conclusão em dezembro, mais ou menos no dia 27 ou 28. Definimos tudo e ficou a faltar a assinatura. Passámos o ano e ficámos à dessa assinatura, para poder oficializar a possível compra, que era o previsto. Comprei casa em São Paulo e estava adaptado. Não tinha motivo para não permanecer”, continuou.

“Não sei como funciona em termos legais. O Benfica envia o contrato e o Corinthians tem de retornar. Houve uma demora nessa resposta, havia um prazo para ser assinado e o Corinthians deixou passar. E em todos esses dias eu perguntava ao meu staff.”, disse ainda.

“Peguei o Rubão no Centro de Treinos algumas vezes. Não foi o clube que veio falar comigo. Eu é que fui. Achei estranho. Vi que o Corinthians estava a fazer contratações, trouxe excelentes centrais… E o Veríssimo? Será que desistiram? Comecei a perguntar logo. Cobrei, fui atrás e não tinha respostas. Então apareceu a situação do Qatar.”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *