José Mourinho arrasa antigo dirigente do Benfica “não perco um segundo nem a ler, nem a ouvir”

José Mourinho abordou neste domingo a sua saída da Roma em janeiro, e salientou que a sua relação com Tiago Pinto, que na altura era diretor desportivo da equipa italiana, não está atualmente no melhor estado.

“A minha saída da Roma… não tem nada de atribulado. É difícil compreender como é que um treinador que chega a duas finais europeias em dois anos seguidos sai. É a única coisa de estranho nisso tudo”, disse o técnico à SportTV, numa entrevista rápida em Portimão, à margem do GP de MotoGP.

“Entrevistas do senhor Tiago Pinto, honestamente, não perco um segundo nem a ler, nem a ouvir, não me interessam absolutamente nada. Aquilo que o Tiago Pinto diz, pensa ou vende diz-me pouco, para não dizer nada. Não tenho o mínimo interesse.”, continuou.

“Ele voltar a trabalhar comigo? Não, seguramente não. Porquê? Opções. Às vezes as coisas levam a pensar que é possível, mas neste caso, com todo o respeito não é possível”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *