João Neves recordou o primeiro jogo após o falecimento da mãe “não é segredo para ninguém”

João Neves recordou o confronto com o Toulouse (0-0), em solo francês, onde o médio decidiu jogar mesmo após o falecimento da sua mãe, Sara Gonçalves, que travava uma batalha contra o cancro.

O jogador, oriundo da formação do Seixal, foi alvo de cânticos por parte dos adeptos e demonstrou gratidão pelo apoio recebido.

“O último jogo em França foi muito emotivo para mim, como todos sabem. Não é segredo para ninguém. Dei o devido valor. Foi um jogo muito renhido”, começou por dizer, em entrevista à UEFA, falando em seguida sobre o jogo com o Marselha.

“Se jogarmos o nosso futebol… depende de nós chegarmos o mais longe possível”, disse, antes de analisar o próximo oponente. “São duas equipas de alta qualidade a nível internacional. Tem os seus pontos fortes. Temos de olhar para nós e colocar em prática o nosso jogo. Penso que a primeira opção é olhar para nós e só depois para o adversário”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *