Javier Saviola lembra discussões com o FC Porto “Nós sempre vencemos”’

Numa uma recente entrevista ao portal Relevo, Javier Saviola, ex-avançado do Benfica, recordou com carinho a sua passagem pelas águias, destacando a quebra da hegemonia do FC Porto durante a sua estadia e a qualidade excecional de futebol apresentada sob a liderança de Jorge Jesus.

Chegado ao Estádio da Luz na temporada 2009/10, Saviola encontrou-se num Benfica que lutava para reconquistar o título da I Liga, que lhes escapava desde a época de 2004/05. Com Jorge Jesus ao leme, e reforçado pela presença de velhos conhecidos como Pablo Aimar e Ángel Di María, Saviola desempenhou um papel crucial no retorno do Benfica aos dias de glória, ajudando a equipa a superar um FC Porto que vinha de quatro títulos consecutivos.

“O FC Porto ganhava quase tudo e nós quebrámos isso, com uma equipa que jogava futebol de forma incrível”, afirmou Saviola, refletindo sobre o impacto que a sua equipe teve no futebol português naquele momento. Durante as três temporadas em que vestiu a camisa encarnada, Saviola conquistou uma Liga e três Taças da Liga, deixando uma marca indelével no clube.

Além dos feitos coletivos, Saviola aproveitou a entrevista para elogiar Pablo Aimar, descrevendo-o como o melhor parceiro que já teve em campo. A conexão entre os dois argentinos, iniciada nos tempos de juventude no River Plate, era evidente em cada partida. “Éramos muito novos. Tinha 16 anos e dividi o relvado com o melhor parceiro que tive na carreira, o Pablo Aimar. Essa relação foi impressionante“, relembrou Saviola.

A ligação entre Saviola e Aimar não era apenas técnica, mas também emocional, refletindo um entendimento quase telepático em campo. “Olhávamos um para o outro e sabíamos o que cada um ia fazer, onde nos posicionávamos e para onde tínhamos de correr”, explicou o ex-atacante, destacando as qualidades únicas de Aimar como jogador.

Esta entrevista não só reafirma o estatuto de Saviola como um dos atacantes mais influentes que passou pelo Benfica nos últimos tempos, mas também sublinha a importância de conexões pessoais e técnicas no sucesso desportivo. As memórias de Saviola oferecem um vislumbre de uma era particularmente brilhante no futebol português, marcada por talento, camaradagem e conquistas históricas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *