Franco Israel enfrenta forte concorrência na próxima temporada para a baliza do Sporting

A baliza será um dos focos essenciais no mercado de transferências do Sporting no verão que já se aproxima a passos largos. Com a saída já confirmada de Antonio Adán, a direção liderada por Frederico Varandas sinalizou a necessidade de oferecer um novo guarda-redes a Rúben Amorim que seja capaz de rivalizar com Franco Israel, revela o jornal O JOGO, na edição desta quarta-feira.

A ideia da SAD do Sporting será encontrar um jogador com alguma tarimba e que tenha as condições necessárias para causar uma boa ‘dor de cabeça’ a Amorim.

Franco Israel afirmou-se como o novo dono da baliza leonina a meio da época que agora terminou, mas uma lesão impediu-o de concluir a mesma e motivou a aposta em Diogo Pinto, jovem guardião de apenas 19 anos.

Diogo Pinto ficou, de resto, ligado à derrota do Sporting na final da Taça de Portugal, frente ao FC Porto (1-2), no passado domingo, por ter cometido uma grande penalidade sobre Evanilson, que Taremi transformou em golo, mas continua a ter a confiança dos responsáveis do Sporting. Por essa razão, o jovem guardião português irá continuar no plantel, como terceiro guarda-redes, treinando com a equipa principal, mas alinhando, de forma regular, pela equipa B.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *