Finalmente Roger Schmidt reagiu ao lance entre Di Maria e Pote revolta sportinguistas

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Marselha, a contar para a 1ª mão dos quartos de final da Liga Europa, Roger Schmidt pronunciou-se sobre um dos lances mais polémicos do último Sporting–Benfica.

Em causa o momento em que Ángel Di Maria atinge, com o punho fechado, o rosto de Pedro Gonçalves. O argentino, recorde-se, não foi expulso nesse lance.

O técnico encarnado classificou o gesto de Di Maria como algo não violento. Schmidt vai mais longe ao visar os árbitros por não assinalarem as constantes faltas de que o argentino é alvo.

“Foi um toque na cara do adversário, é verdade. Mas não foi nada que fosse com grande violência, mas não foi 100% correto. Mas vejo as coisas no panorama mais global. O Di María é um jogador com uma grande qualidade e que acredita que os jogos devem ser justos. Já disse anteriormente que os árbitros demonstram às vezes os seus estatutos marcando constantemente muitas faltas. Não sei se já repararam que o Di María sofre muitas faltas, mas isso não se traduz em muitos livres diretos. Temos de respeitar o Di María, pela sua carreira, mas também pelos seus valores. Não tenho quaisquer dúvidas sobre a sua personalidade. É um jogador que está sempre disposto a jogar jogos importantes”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *