‘FC Porto? Seria um choque se o Arsenal não seguisse em frente’

Em entrevista concedida ao jornal O Jogo, David O’Leary, figura emblemática do Arsenal, não poupou elogios à prestação do FC Porto na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, onde os dragões conseguiram uma vitória por 1-0 contra os gunners. Apesar da surpreendente derrota em casa, O’Leary mantém a confiança na passagem do Arsenal à próxima fase, considerando-a quase uma certeza.

O antigo defesa, que se notabilizou no Arsenal, com uma carreira que se estendeu de 1975 a 1993, destacou a excelente estratégia de Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, que conseguiu neutralizar o jogo do Arsenal, uma equipa conhecida pela sua posse de bola e ataque dinâmico.

“O Arsenal teve muita posse, mas não conseguiu traduzi-la em oportunidades claras de golos, tornando-a praticamente inútil frente a um FC Porto bem organizado“, observou O’Leary.

Apesar de considerar um “choque” se o Arsenal não se qualificar para a próxima etapa, O’Leary reconheceu o mérito do FC Porto no jogo da primeira mão, especialmente pelo golo decisivo de Wenderson Galeno nos momentos finais da partida. “Parabéns ao Sérgio Conceição pelo plano perfeito. Todos os jogadores estiveram à altura, seguindo as instruções com disciplina. E o guarda-redes, em particular, esteve impecável nos lances de bola parada, dominando a área” acrescentou.

Esta análise de O’Leary reflete a admiração pela performance do FC Porto, embora sublinhe a expectativa de que o Arsenal, com a sua história e capacidade, reverta o resultado na segunda mão. O confronto promete ser um emocionante duelo tático, com os Dragões a procurar defender a sua vantagem e os Gunners determinados em demonstrar porque são considerados um dos favoritos à conquista da Liga dos Campeões.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *