Ex-vice-presidente do Benfica defende continuidade de Roger Schmidt e explica porquê

Esta terça-feira, em declarações à Antena 1, António Figueiredo, antigo vice-presidente do Benfica, defendeu que o atual líder máximo do clube, Rui Costa, deve manter Roger Schmidt no comando técnico da equipa principal.

“O Benfica não se pode transformar num cemitério de treinadores. Basta olhar para a vizinhança e ver no que isso deu durante muitos anos e no que é que resultou uma aposta firme. Os nossos rivais sportinguistas, no ano passado, ficaram no quarto lugar e essa questão não se pôs”, começou por dizer.

“Aqui, parece que caiu o mundo. Ficaram no quarto lugar, não ganharam nada e estão a festejar o título nacional. Eu estou muito dividido, nestas questões, e, obviamente, confio na decisão que o Rui Costa tomará”, continuou.

“Primeiro, ter uma noção de quem fica e de quem vai embora. Depois, há que fazer uma limpeza naquele plantel, porque há jogadores que, a ficar este treinador, claramente, estão a mais. A fartura, muitas vezes, dá em miséria”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *