Di Maria no São Paulo? Negócio é quase impossível e depende muito de James Rodriguez

Pouco depois de o São Paulo ganhar a Supercopa do Brasil, surgiu a notícia de que Angel di Maria está nos planos do presidente Julio Casares. Com direito a uma reunião nas próximas horas para entender as condições de um eventual negócio, levando em consideração que o argentino só tem contrato no Benfica até junho.

O São Paulo não admite publicamente, mas gosta de Di Maria. Porém, para que a transferência ocorra, uma série de coisas precisam acontecer. Primeiro, James Rodriguez tem de sair do Morumbi. O colombiano ganha R$ 1,5 milhão por mês e está com o filme torrado no Tricolor após se recusar a viajar para Belo Horizonte, palco da final da Supercopa.

O São Paulo não tem condição financeira de bancar Di Maria e James no mesmo elenco. Além disso, Di Maria precisaria ser convencido de abrir mão do sonho de voltar ao Rosario Central, seu clube do coração. O meia, titular absoluto no Benfica, rejeitou a renovação de seu contrato em Portugal para retornar à Argentina.

Di Maria também já foi sonho de Augusto Melo, novo presidente do Corinthians. Antes de vencer a eleição, o então candidato de oposição assegurou que faria o possível para contratá-lo. Mas tal desejo perdeu força diante das cifras que Di Maria pediu para assinar um pré-contrato.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *