“Cristiano Ronaldo destruiu o United e no dia seguinte estava vendido”

Fábio Rochemback não esquece o momento em que deixou o Barcelona para jogar no Sporting no verão de 2003. O antigo médio brasileiro esteve no podcast ‘Um assado para…’, na terça-feira, e recordou os poucos momentos de treino com Cristiano Ronaldo e o dia em que então o jovem craque português “destruiu” o Manchester United.

“Sendo do Barcelona, chegas ao Sporting com uma moral. Lá encontrei o Cristiano Ronaldo a começar. Joguei com ele. Sai do Barcelona e o Quaresma fez o inverso. O Cristiano Ronaldo, nos treinos, na Suíça, na pré-temporada, e ele estava a voar. Já dava para ver que estava no profissional. O treino… Focado”, começou por dizer Rochemback, antes de enaltecer o papel de Fernando Santos na transferência para o Sporting.

“Sempre fui respeitoso e fui criando a minha identidade. Quem me levou para lá foi o Fernando Santos. Ele meteu-me debaixo do braço e cresci… A minha segunda casa é em Portugal, no Sporting”, explicou, para depois abordar a exibição que levou CR7 para Old Trafford.

“Cristiano? Foi muito rápido para ele. Na inauguração do José Alvalade, na pré-temporada, jogámos contra o Manchester United, ganhámos e no outro dia ele estava vendido. Ele destruiu o jogo. Fez um golo, jogou muito e na outra semana já tinha ido embora. Joguei pouco com ele, mas ele já demonstrava tudo. Cheguei jogar contra ele e ele sempre demonstrou um grande respeito”, recordou o antigo jogador brasileiro que completou uma centena de jogos com a camisola do Sporting.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *