Continuidade de Roger Schmidt no Benfica está sendo discutida  e tudo depende do que acontecer até ao fi…

Neste momento, a permanência de Roger Schmidt até ao final da temporada parece certa, mas a questão de mantê-lo ou não como treinador para a próxima época é o assunto que domina atualmente o Benfica.

O técnico tem contrato até 2026, e despedi-lo acarretaria um custo de cerca de €24 milhões para o clube. No entanto, não foi apenas esta questão que esteve em discussão na quarta-feira na Luz, onde ocorreram várias reuniões, incluindo a da Comissão Executiva da SAD. Embora esta comissão se reúna semanalmente, desta vez o foco foi o estado atual do clube, desde a situação do treinador até aos recentes eventos, especialmente os ocorridos em Faro.

A contestação a Roger Schmidt por parte dos adeptos em Faro, culminando no arremesso de uma garrafa, foi discutida juntamente com os resultados negativos, as exibições da equipa e as tensões entre o treinador e os adeptos.

Roger Schmidt foi uma aposta de Rui Costa, que renovou com o treinador em março de 2023 por mais dois anos, a um salário anual de cerca de €4 milhões, após a conquista do campeonato. No entanto, atualmente, há desconforto dentro da estrutura do clube em relação à continuidade com Schmidt, apesar do possível custo financeiro de uma troca de treinadores para a próxima época. Schmidt, por sua vez, indicou que não pretende ceder, afirmando em conferência de imprensa: “Quando assinei o novo contrato, sabia o que estava a fazer e não mudei de ideia dois ou três meses depois”.

Enquanto se discute a posição do treinador, há também a preocupação com a gestão de Rui Costa, que se encontra numa fase crucial da sua presidência. As declarações de Rui Costa na terça-feira, condenando os excessos na contestação a Schmidt e prometendo assumir responsabilidades no final da época, deixaram em aberto uma posição oficial que será tomada após as últimas quatro jornadas da Liga.

Entretanto, o tema está a ser debatido na estrutura do futebol profissional, e a decisão provavelmente dependerá da reação dos adeptos nas próximas jornadas, com destaque para o jogo contra o SC Braga, no sábado, no Estádio da Luz, que será um teste importante para a relação entre Schmidt e os adeptos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *