Bruno Carvalho não perdoa exibição do Benfica e critica Roger Schmidt “uma autêntica vergonha este treinador”

Bruno Costa Carvalho, candidato que perdeu contra Luís Filipe Vieira nas eleições para a presidência do Benfica em 2009, criticou severamente a performance da equipa na derrota por 2-1 contra o Sporting.

“Acho que muitos têm dificuldade em perceber que a segunda parte do Benfica foi uma autêntica vergonha. Perder ou empatar era quase a mesma coisa. Tendo marcado mesmo no fim da primeira parte, seria de esperar um Benfica com atitude, à procura da vitória”, começou por escrever.

“Tive sempre a sensação de que o nosso treinador ficaria contente com o empate. A atitude da equipa, na segunda parte, mostrou zero ambição. Foi tudo muito triste. Temos uma época horrível, em que, não só não ganhámos nada, mas, ainda por cima, andámos a desperdiçar recursos, piorando significativamente a situação financeira do clube”, continuou.

“Este treinador [Roger Schmidt] é um desespero. Autista e sem qualquer leitura de jogo. Enerva um santo. Adeus! Parabéns ao Sporting. Um justo campeão, que conta com o melhor treinador português da atualidade”, voltou a escrever numa outra publicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *