Augusto Inácio arrasa empresário de Gyökeres: ‘Faltou ao respeito ao Sporting’

Augusto Inácio, figura histórica do Sporting e treinador que levou os leões ao título nacional em 1999/2000, expressou o seu descontentamento com as recentes declarações de Hasan Cetinkaya, empresário do jogador Viktor Gyökeres. Inácio considerou as palavras de Cetinkaya como inoportunas, especialmente num momento crucial da temporada, onde o Sporting luta por títulos e precisa de total concentração.

Para Inácio, a atuação do empresário ao enaltecer as qualidades de Gyökeres e sugerir uma possível saída caso Rúben Amorim deixe o comando técnico da equipa não mostra o devido respeito pelo clube. “Neste momento, em que o Sporting ainda não é campeão, ainda não ganhou a Taça de Portugal, ainda não ganhou nada, estar agora com estas declarações… é inoportuno“, afirmou Inácio, destacando que os empresários devem ter uma postura mais reservada, respeitando os interesses e o momento do clube.

O ex-treinador lembrou ainda que o Sporting desempenhou um papel fundamental na valorização de Gyökeres, que provavelmente não teria alcançado o mesmo destaque se tivesse escolhido outro clube. “O Sporting deu muito ao Gyökeres… foi um casamento perfeito“, refletiu Inácio, salientando que as intervenções do empresário poderiam ter sido mais medidas e respeitosas.

Sobre a relação entre jogador, clube e adeptos, Inácio acredita que, apesar das declarações não beliscarem diretamente essa conexão, fica o sentimento de que as coisas poderiam ter sido conduzidas de outra forma. Ele também apontou para a realidade do futebol português, onde é difícil reter talentos face ao poderio financeiro de outros clubes europeus, mas reiterou que a lealdade e o respeito mútuo devem prevalecer.

Questionado sobre o papel do presidente Frederico Varandas nesta situação, Inácio destacou a importância de defender os interesses do Sporting acima de tudo. “O presidente está lá para defender os interesses do Sporting e é isso que ele vai fazer“, assegurou Inácio, confiante na capacidade da direção leonina em gerir a situação da melhor maneira possível, seja mantendo Gyökeres ou realizando um bom negócio em caso de saída.

A postura de Cetinkaya, segundo Inácio, parece visar mais a valorização financeira do jogador em detrimento do seu crescimento desportivo. Porém, Inácio ressalta a inteligência e a atenção da gestão sportinguista, que saberá como lidar com esta e outras situações semelhantes, mantendo sempre os interesses do Sporting em primeiro lugar.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *