Antigo vice-presidente do Benfica: “O FC Porto devia descer à II Liga”

José Manuel Antunes criticou o castigo imposto pelo Conselho de Disciplina a David Neres devido às provocações direcionadas ao Sporting e ao FC Porto durante a celebração do título do Benfica. O ex-vice-presidente do clube encarnado acredita que essa decisão reflete o que espera para a próxima temporada sob o comando de Roger Schmidt.

Na opinião de Antunes, o comportamento de Neres não se compara ao de Otávio, Fábio Cardoso e Wilson Manafá durante as celebrações do título conquistado pelo FC Porto na temporada 2021/2022, argumentando que os jogadores portistas receberam uma punição muito branda para a gravidade das suas ações.

“É a ficção a tomar conta da realidade”, sugerindo que a punição aplicada não condiz com a seriedade do comportamento dos jogadores do Porto.

“De facto comparar as duas situações e assim fazer com que o jogador [David Neres] seja afastado de um jogo onde se discute um troféu é, de facto, um sinal do que vamos esperar, de como a Liga, a Federação Portuguesa de Futebol, o Conselho de Disciplina vão tratar o Benfica neste ano“, disse.

Nesse sentido, José Manuel Antunes acredita que o FC Porto fará de tudo para impedir que o Benfica seja bem-sucedido, mencionando as novas restrições para alcançar a fase de grupos da Liga dos Campeões.

“Nós não nos podemos esquecer que na próxima época só uma equipa estará com acesso direto à Liga dos Campeões, terá acesso a 80 milhões de euros ao contrário de outras que não vão ter acesso a nada“, refere.

Antunes diz que vai ser possível ver “como é que o FC Porto consegue mexer os cordelinhos nessas entidades todas”.

“De facto, isto é já o princípio do desespero para evitar a queda no abismo, que é aquilo que eu penso que vai acontecer ao FC Porto“, disse.

O ex-vice do Benfica falou ainda do caso dos emails e diz que os dragões deviam estar na segunda divisão. “Na minha opinião, o FC Porto deveria descer para a II Liga depois de se ter provado aquilo que foi provado em relação aos processos que têm que ver com o roubo miserável dos emails e a sua divulgação e a forma como foi feito“.

“em qualquer país onde a justiça prevaleça, o FC Porto já estaria afastado das competições profissionais devido à forma como utilizou, através do seu Diretor de Informação, através do seu canal de televisão, e de como denegriu a imagem do Benfica, o seu principal rival“, concluí.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *