Ángel Di María revela onde e quando pretende terminar a sua carreira

O internacional argentino Ángel Di María, atualmente ao serviço do Benfica, expressou a sua expectativa em relação ao futuro da sua carreira, numa altura em que se aproxima o término do seu contrato com o clube lisboeta. Num momento de reflexão sobre os seus próximos passos, Di María não escondeu o desejo de regressar ao Rosario Central, o clube que o lançou no cenário futebolístico internacional.

Em declarações à SportsCenter ESPN, Di María afirmou: “Estou tranquilo e à espera que o contrato com o Benfica termine para ver o que faço“.

A sua vinculação emocional ao Rosario Central é evidente, reconhecendo o apelo de voltar ao clube de coração, apesar de estar atualmente focado em cumprir os seus compromissos com as águias.

“A verdade é que estou muito feliz. Escolhi voltar ao Benfica, foi algo que me fez muito bem, era um sonho que tinha, de poder voltar ao clube que me abriu as portas da Europa“, confessou o jogador, sublinhando a excelente temporada que tem vivido ao lado de Nico Otamendi, com quem partilha uma grande relação.

Apesar da sua tranquilidade e satisfação no Benfica, Di María revelou estar muito atento ao que se passa no Rosario Central e na cidade de Rosario em geral, mencionando a recente onda de violência que afeta a região. Essa preocupação tem um peso considerável nas suas considerações futuras, tendo em conta a segurança e bem-estar da sua família.

Além da possível mudança de clube, Di María falou sobre o seu futuro na seleção argentina, anunciando que a próxima Copa América será o seu último torneio com a albiceleste.

Já está tomada a decisão. Já o disse definitivamente: é jogar a Copa América e acaba“, afirmou Di María, destacando a necessidade de dar espaço a novos talentos na seleção.

O experiente jogador também mencionou a sua boa relação com Miguel Ángel Russo, treinador do Rosario Central, com quem mantém um contato esporádico, reforçando o orgulho e o respeito mútuo entre ambos. Esta conexão poderá ser um fator determinante no seu potencial regresso ao clube argentino, um desejo que Di María tem mantido vivo ao longo dos anos.

Di María encara o futuro com calma, consciente das decisões importantes que terá de tomar tanto a nível de clube como na sua carreira internacional. A possibilidade de reforçar o Rosario Central nos oitavos de final da Libertadores é algo que não descarta, mantendo viva a chama de um sonho que espera concretizar: terminar a carreira no clube que o viu nascer para o futebol.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *