André Villas-Boas tem 8000 mil euros para pagar contas de 15 milhões, auditoria forense às contas do FC Porto em breve

A situação financeira do FC Porto, após André Villas-Boas assumir a liderança da SAD, é caótica. Os danos são enormes, e o dinheiro disponível não é suficiente para pagar contas antigas.

Em maio, a SAD tinha de pagar 15 milhões de euros em encargos, mas só havia oito mil euros nos cofres. A administração anterior tomou decisões precipitadas, e agora Villas-Boas está a rever todas as contas, pedindo uma auditoria forense para saber tudo o que aconteceu ao dinheiro do clube.

Além disso, a atual gestão descobriu letras passadas a amigos pela ex-administração antes da assembleia geral de destituição. As repercussões também afetam o futebol, com a planificação da nova época atrasada devido à indefinição sobre a equipa técnica e procurações exclusivas dadas aos empresários para a venda de jogadores do plantel, isto poucos dias antes das eleições.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *