André Villas-Boas reage a chegadas de Zubizarreta e Gasperini para direção desportiva do FC Porto

Durante a apresentação de três membros da sua direção executiva, André Villas-Boas abordou os nomes que têm sido associados à sua possível direção desportiva no FC Porto, caso vença as eleições.

Embora não tenha confirmado explicitamente o convite a Andoni Zubizarreta para assumir o cargo de diretor desportivo, o candidato não escondeu a sua admiração pelo ex-dirigente do Barcelona.

“Vamos ver… O anúncio da direção desportiva é no dia 18. Eu trabalhei com o Andoni, é uma pessoa pela qual tenho o máximo respeito e elevação. Passou por um dos melhores períodos do Barcelona, como vocês sabem. O Barça também tem um pouco deste vínculo e ADN como o FC Porto, é um clube cheio de valores e de cultura. Portanto, vamos aguardar pelo dia 18 para as respostas finais“, declarou Villas-Boas, deixando antever uma possível colaboração, mas mantendo o suspense sobre a confirmação oficial.

Quanto às especulações que ligavam Gian Piero Gasperini à possível liderança técnica do clube, Villas-Boas foi categórico ao desmentir qualquer contato.

“Repare, não há plano B… Aproveito para desmentir em absoluto as notícias que saíram. Não tive contacto com nenhum treinador. No dia 28 há jogo com o Sporting, mas nos dias seguintes irei perceber quais são as intenções do treinador“, afirmou, esclarecendo que a sua prioridade passa por avaliar a continuidade de Sérgio Conceição, dependendo das conversas pós-eleição.

Este posicionamento de Villas-Boas reflete uma estratégia cuidadosa e respeitosa, focando-se na estabilidade e na valorização da cultura do clube, ao mesmo tempo que procura afastar rumores e especulações infundadas sobre as suas intenções e planos futuros.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *