André Villas-Boas alerta atual equipa de funcionários do FC Porto ‘não há razão para continuar’

Esta quarta-feira, André Villas-Boas foi visto na Dragão Arena, acompanhando o jogo entre FC Porto e Colégio Efanor, que determina o vencedor do campeonato nacional de voleibol feminino. Em conversa com os repórteres, o recente presidente do FC Porto destacou a relevância da sua tomada de posse antecipada, agendada para 7 de maio.

“O 7 de maio já é uma vitória, graças ao Dr. Lourenço Pinto e às suas diligências, conseguimos antecipar alguns dias. Não é uma grande vitória, porque numa situação destas, ainda mais com uma vitória tão expressiva, o processo devia ser acelerado. Tendo em conta a história do Presidente, devíamos respeitar, sendo que não nos satisfaz, de modo algum. Há temas muito quentes para resolver, um problema enorme de tesouraria que é preciso atacar o quanto antes. Amanhã esperamos a máxima cooperação da SAD do FC Porto para poder cooptar o Dr. Pereira da Costa para iniciar as funções na SAD e termos algum controlo sobre documentos, ordens e todos os contratos a que temos de ter acesso. Há muitas questões que não são tão fáceis de resolver e não podemos mexer se não houver cooperação máxima dos órgãos sociais e da SAD. Nos outros clubes houve demissões imediatas, houve Assembleias Gerais de destituição, neste caso não há e não vejo motivo para isco acontecer”, começou por dizer.

“Depende um pouco da humildade das pessoas em perceber que este ato eleitoral foi expressivo, já aconteceu noutros clubes e as pessoas tiveram essa humildade de perceber o momento. O momento acabou, os sócios ditaram uma vitória estrondosa e não há razão nenhuma e absoluta para estas pessoas continuarem a estar em funções. Portanto, esperamos deles a máxima cooperação. Já houve uma primeira reunião nestes últimos dias entre as partes, o que nos satisfez, mas precisamos de começar a acelerar processos porque já estamos muito tarde na época e há muitas decisões a tomar”, continuou, falando em seguida do aumento de sócios do FC Porto nos últimos dias.

“É uma boa novidade, que vem em linha com que as pessoas iam dizendo na campanha, que se eu ganhasse seriam sócios de novo, ou muitos deles pela primeira vez. Quando entrarmos em funções vamos lançar uma nova campanha de angariação de sócios e é premente rever toda a base de dados e atualizá-la, para, a partir daí, lançar novas campanhas que gerem interesse e aproveitem ao máximo este momento”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *