‘Alerta amarelo’ no Sporting para dérbi com Benfica. Amorim nega gestão

Após uma pausa para compromissos internacionais, o Sporting volta a entrar em ação na I Liga, esta sexta-feira, frente ao Estrela da Amadora, precisamente antes de defrontar o Benfica – tanto na Taça de Portugal, como no campeonato – com sete ‘dores de cabeça’ ao ‘virar da esquina’.

Marcus Edwards, Ousmane Diomande, Pedro Gonçalves, Nuno Santos, Ricardo Esgaio, Luis Neto e Morten Hjulmand são os jogadores dos leões em risco de falharem a próxima jornada, caso vejam um cartão amarelo, embora Pote não entre nessas contas devido à lesão. Rúben Amorim negou qualquer tipo de gestão quanto a esse capítulo.

“Queremos sempre o maior número de jogadores, não por ser dois dérbis, mas porque são muitos jogadores que podem ficar de fora do próximo jogo [por acumulação de amarelos]. Não sabemos qual vai ser o jogo mais importante do campeonato. As coisas são como são e temos de jogar a 100%”, começou por referir em conferência de imprensa, esta quinta-feira.

“A única gestão que fazer é quem está melhor, vai jogar, ou a parte do Inácio, o Morten [Hjulmand] que fez 45 minutos, só nesse aspeto é que podemos mudar alguma coisa. A gestão de cartões amarelos, não estamos em condições disso”, atirou de seguida.

De referir que o Sporting joga na Reboleira, esta sexta-feira, a partir das 20 horas (horário de Portugal Continental).

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *