A reação de Villas-Boas a piada estranha sobre o FC Porto na TVI

André Villas-Boas, candidato à presidência do FC Porto, juntou-se a Francisco J. Marques na reação às declarações de José Eduardo Moniz durante a gala do 31.º aniversário da TVI.

O diretor-geral da estação televisiva e antigo vice-presidente do Benfica comparou os conflitos mundiais com a Assembleia-Geral do FC Porto, afirmando: “Foi num ano em que estivemos presentes em alguns dos principais conflitos mundiais. Iraque, Afeganistão, Ucrânia, Palestina. E no maior de todos, a Assembleia Geral do FC Porto“.

Através das redes sociais, Villas-Boas expressou o seu descontentamento com as palavras de Moniz, considerando-as uma falta de respeito para com o clube e os seus simpatizantes.

“Triste infelicidade ou triste figura? Um pedido de desculpas ao Futebol Clube do Porto, aos seus adeptos e simpatizantes é o mínimo que se deve exigir à direção da TVI pelo infeliz incidente que acabamos de assistir“, escreveu o candidato à presidência dos dragões na sua página de Facebook.

O ex-treinador sublinhou a importância do respeito, equidade e transparência por parte dos meios de comunicação social, condenando o que considerou serem “piadas circenses” que desrespeitam a instituição. Este episódio junta-se a uma série de momentos em que a relação entre o FC Porto e a comunicação social se encontra tensa, com Villas-Boas a reforçar a necessidade de um pedido de desculpas formal por parte da TVI ao clube azul e branco.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *